• Movimentando

Pistoleiros invadem ocupação do MST e militante é baleado na cabeça

Segundo testemunhas do ataque, a Polícia Militar de Pernambuco teria negado socorro à vítima baleada


Por: iG Último Segundo

Divulgação/MST

Ocupação do MST, em Recife


Pistoleiros atacaram na noite de domingo (18) uma ocupação urbana do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), em Recife , e balearam um militante na cabeça. Segundo seus companheiros, a Polícia Militar pernambucana negou ajuda à vítima, que no momento está internada.


Segundo outro integrante da ocupação, membros do movimento teriam sido feitos de refém durante a ação. As testemunhas afirmam que ao menos quatro homens armados entraram no local, onde cerca de 300 famílias vivem em lotes e prédios abandonados na zona sul da capital pernambucana.


"Chutaram meu rosto e deram um tiro que pegou na cabeça de um companheiro, que perdeu muito sangue e está internado. Em menos de um minuto chegou uma viatura da polícia, mas disseram que não iam fazer nada, que ali era cada um por si. Essa é a segunda vez. Na semana passada me perseguiram de carro, relatou o militante José Severino da Silva ao site Brasil de Fato.


Membros do movimento dizem que os ataques se tornaram mais comuns nas últimas duas semanas, desde que os militantes iniciaram um diálogo com a Companhia Estadual de Habitação e Obras (CEHAB). O intuito da aproximação é tentar regularizar a situação das famílias que moram no local.


A PM de Pernambuco ainda não se manifestou sobre a suposta omissão de socorro ao homem baleado. Os pistoleiros não foram identificados até o momento.


10 visualizações0 comentário