• Movimentando

QUE BOM TE VER VIVA, DIREÇÃO LUCIA MURAT (1989)


Duas décadas depois, oito ex-presas políticas falam sobre a luta e a tortura vividas durante o regime militar brasileiro e a experiência de ter sobrevivido. Entre os depoimentos, delírios e confissões de uma personagem anônima, que reflete sobre o peso de ter sobrevivo lúcida às torturas. Melhor filme no XXII Festival de Brasília, em 1989

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo