• Movimentando

Randolfe Rodrigues ACUSA Bolsonaro de CRIME de PREVARICAÇÃO

Transcrito da fala de Randolfe Rodrigues

Definitivamente a partir do dia de hoje 25/06/2021, com o depoimento dos Irmãos Miranda, a CPI entrou em outra fase.


Até agora se tinha comprovado, que existiram comissões para a aquisição de vacinas.

Até agora se tinha comprovado, que uma estratégia deliberada de imunidade e imunidade coletivo.


Até agora se tinha comprovado, a existência de um gabinete paralelo, negacionistas.

Só não se tinha a informação até agora, era que tudo isso era pôr dinheiro, que esse esquema todo tinha como alicerce um enorme e estruturado esquema de corrupção.

Hoje, foram apresentados todos os elementos de um crime cometido pelo Senhor Presidente da República Jair Messias Bolsonaro.


O presidente da República, recebeu a comunicação de um fato criminoso, não tomou a devida providência para instaurar inquérito, não tomou a devida providência para deter o continuado delito, mais grave que isso, o senhor Presidente da República através de apresentante de seu governo, dias depois, quando os depoentes foram a CPI, tenta intimidar as testemunhas que vão depor na comissão parlamentar de inquérito. Mais grave que tudo isso, o Presidente da República ao ser comunicado do fato criminoso, relata que tem suspeita de quem se trata e quem está operando. E providencias não são tomadas.

Estão dados todos os elementos do crime de prevaricação conforme dispõe o Código Penal. A CPI irá analisar a possibilidade de comunicar ao Supremo Tribunal Federal a ocorrência deste crime, para as devidas observâncias do que está disposto no artigo 86 da Constituição da República.


Não há na história das Comissões Parlamentares de Inquérito, nas duas circunstâncias de impeachment que nós tivemos na história republicana desde 1988, algo tão grave como isso. Basta se reportar os dois impedindo o que já tiveram nos últimos 30 anos. Não chega a um terço da gravidade do que estamos vendo na CPI e do que foi visto no dia de hoje.

21 visualizações0 comentário